BONITO / MS

31º

21º

segunda, 24 de junho de 2019

quarta, 10 de abril de 2019

Governo estuda tornar Bonito área de preservação permanente

Para o governador, não é só o governo que precisa tomar atitudes de preservação, a população também.

Midia Max

(Foto: Divulgação/Seu Assis Camping e Balneário)

 Com a repercussão nacional da situação dos rios da região de Bonito, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) afirmou que o Governo estuda tornar toda aquela região em APP (Área de Preservação Permanente), para que não haja mais exploração do solo no entorno das bacias. A declaração foi durante o evento de entrega de uniformes, na escola Teotonio Vilela, no bairro Universitário, na tarde desta segunda-feira (8).

Reinaldo explicou que a cor turva do Rio da Prata, mostrada no Fantástico de domingo (7), são problemáticas imprevisíveis. “Ali há dois problemas, a chuva muito acima da média e uma densidade pluviométrica em um curto espaço de tempo. Além disso, não é só a agricultura que causa isso, a pecuária também”, apontou.

O governador ainda afirmou que várias alternativas para preservação da região estão sendo tomadas, inclusive pensam em drenar as áreas alagas como fizeram no Pantanal e indenizar os proprietários de propriedades para tornar toda a região em APP. “Aquela região precisa de atenção. Uma das alternativas que estamos estudante é em tornar tudo em Áreas de Preservação Permanente, onde iriamos indenizar os produtores, para que o solo não fosse mais explorado e preservado”, pontuou.

A PMA (Polícia Militar Ambiental) e pesquisadores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) a região do brejão do Rio da Prata – a 297 km de Campo Grande – ficou fragilizada após construções de açudes, represas, e desmatamentos sem contenção fragilizou a área.

O Imasul (Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul) já instaurou um decreto para determinar a regimento dos produtores da região. “Não é só o governo que precisa tomar atitudes, a população também precisa se conscientizar”, finalizou Reinaldo.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: