BONITO / MS

31º

21º

sábado, 20 de julho de 2019

terça, 02 de julho de 2019

Festival de Inverno de Bonito terá espetáculo de dança inspirado na Bossa Nova

Evento acontece no dia 27 de julho, às 19 horas, no Palco da Praça.

Bonito Notícias

(Foto: Divulgação)

 “Um espetáculo essencialmente brasileiro”. É assim que o diretor e coreógrafo Henrique Rodovalho, da Quasar Cia. de Dança, define “O que ainda guardo”, espetáculo inspirado na Bossa Nova, que será durante o XX Festival de Inverno de Bonito, no dia 27, às 19 horas, no Palco da Praça.

A apresentação ainda traz elementos que falam sobre os 30 anos de existência da Quasar e suas características marcantes. “Estilo do movimento, o humor e a leveza na dança. O que nos faz sermos reconhecidos e admirados até hoje por onde nos apresentamos”, comenta Rodovalho.

Os 30 anos da Quasar coincidem com os 60 anos da Bossa Nova. Para desenhar um panorama da bossa nova, o cenário traz a silhueta da cidade do Rio e a trilha sonora navega da Era do Rádio ao fenômeno global que se tornou o ritmo carioca. Inclui ainda uma provocação para o preço da fama: "Garota de Ipanema" vira música de elevador. Há uma gama de canções mais e menos conhecidas em versões instrumentais ou interpretadas por vozes como as de Cauby Peixoto e Caetano Veloso.

A Quasar Cia de Dança surgiu em Goiás, em 1988, e criou um sotaque próprio, delicadamente inspirado nas diversas artes e suas antíteses, criando um mundo visual e comunicacional diagramado em frames e luzes. Movimentos e expressões de dança que sempre surpreendem o público pelo viés de um olhar poético e bem humorado. Uma estética contemporânea arrojada que resulta em coreografias que cativam pelo apuro técnico.

À frente da companhia encontram-se seus fundadores, Vera Bicalho (diretora geral) e Henrique Rodovalho (diretor-artístico e coreógrafo) – ex-bailarinos do Grupo Energia, seu precursor no início dos anos 1980.

Serviço: Espetáculo “O que ainda guardo”, da Quasar Cia. De Dança, durante o XX Festival de Inverno de Bonito. Dia 27 de julho de 2019, às 19 horas, no Palco da Praça.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: