BONITO / MS

31º

21º

domingo, 26 de maio de 2019

segunda, 04 de março de 2019

Bonito tem passeios esgotados e muitos turistas de fora em Carnaval sem festa

Bonito Informa

(Foto: JABUTY)

 Procurando folia diferente do agito da música e brilho característicos do Carnaval, turistas lotam Bonito, município conhecido no mundo todo pelo ecoturismo e águas cristalinas. A falta de festa de rua não afastou pessoas, que já procuram a cidade neste período justamente pela diversão longe do asfalto.

Com tanta gente, vários passeios estão esgotados até o fim desta semana. “Só vai ter de novo entre 7 e 8 de março”, afirmou Danilo Balbueno da Silva, agente de turismo na H2O Ecoturismo e Evento, neste domingo (dia 3). Gruta do Lago Azul e as flutuações no Rio da Prata, Sucuri, Aquário Natural, cartões postais de Bonito, já não têm mais vagas disponíveis.

O agente dá a dica: ainda tem espaço nas grutas São Miguel e São Mateus, além da Cachoeira Serra da Bodoquena. A partir da terça-feira (dia 5), os atrativos que já esgotaram começam a ter “um ou duas” vagas.

O perfil do visitante na folga de Carnaval sem festa é também diferente. A maioria dos que busca a cidade são famílias vindas de grandes centros, como Minas Gerais, São Paulo e até mesmo Rio de Janeiro, uma das mais famosas pelo Carnaval tradicional.

“Tem muita família, que veio para sair da ‘muvuca’”, segundo Jéssica Lopes, agente de turismo na Bonitour. Ela também afirma que a maioria das pessoas é de fora de Mato Grosso do Sul.

Mas para vive no Estado e pensa em dar um pulinho rápido em Bonito, ainda pode aproveitar os balneários. De acordo com a ABN – Agência Brazil Nature, não há necessidade de reservar para passar o dia nos rios.

Contudo, são disponibilizadas de 500 a 1 mil vagas por dia, quando esgota, não é mais permitida a entrada. Os balneários custam de R$ 47 a R$ 70 a diária.

A reserva dos passeios também indica que o perfil de visitantes nesta época, em Bonito, é outro. Segundo os agentes, muitos atrativos estão esgotados há três meses. “Boca da Onça, hoje e amanhã não tem mais vagas. Para o dia 6, temos 91 vagas disponíveis”.

Sem festa - No começo do ano, a Prefeitura de Bonito abriu enquete perguntando se a população preferia que o dinheiro fosse gasto com o Carnaval ou com a compra de uma ambulância. A maioria defendeu o destino de R$ 200 mil para a Secretaria de Saúde ao invés da festança.

Além da natureza, há algumas festas particulares, além dos bares e casas noturnas do centro de Bonito.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: