BONITO / MS

31�

21�

quarta, 27 de outubro de 2021

quinta, 26 de agosto de 2010

Aventuras em cavernas

A região de Bonito é uma das três maiores áreas com presença de cavernas no Brasil, com mais de duzentas cavidades entre os municípios de Bodoquena, Jardim e Bonito, formando um importante centro espeleológico (estudo de cavernas) em nosso país.

Com a criação da Unidade de Conservação do Monumento Natural da Gruta do Lago Azul, onde é possível a visitação diária de 305 turistas, divididos em grupos de 15 pessoas em intervalos de vinte minutos para a entrada de cada um, Bonito está em evidência nacional para a regulamentação da visitação turística de cavernas. O órgão que trata do controle de ambientes cársticos (nomenclatura usada para ambientes de cavernas) no Brasil é o IBAMA - CECAV (Centro Nacional de Estudos, Proteção e Manejo de Cavernas).

No caso específico da Gruta do Lago Azul, além deste, outros órgãos cuidam da infra-estrutura e autorizações especiais para trabalhos científicos, como a SEMACT - Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Cultura e Turismo do Mato Grosso do Sul, o IPHAN - Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, pois ela é tombada, juntamente com a Gruta Nossa Senhora Aparecida (esta ainda não aberta à visitação turística), desde 13/10/1978, Secretaria Municipal do Meio Ambiente de Bonito e COMTUR (Conselho Municipal de Turismo - Bonito/MS), além de pesquisadores responsáveis pelo Plano de Manejo da unidade de conservação, das instituições da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (UFMS) e da Universidade de São Paulo (USP).

No lago da Gruta do Lago Azul não é permitido flutuar - nem mergulhar - medida criada para a preservação de seu ecossistema aquático, exceto em casos autorizados para fins científicos. Neste atrativo, caminhar descendo as escadas até chegar próximo ao Lago é a forma de conhecer um dos cartões postais da cidade - importante comentar a boa qualidade dos guias de turismo que acompanham os grupos.

A posição geográfica da Gruta do Lago Azul: Lat/long (centro da área): 21o 08 31 S - 56o 35 33 W (UTM Zona 21 N:7.661.789  E:542.515).

Além deste famoso atrativo, outras cavernas são visitadas atualmente em Bonito:
- Abismo Anhumas
- Gruta do Mimoso
- Lagoa Misteriosa
- Grutas de São Miguel

Para os mais aventureiros, o Abismo Anhumas é a pedida certa: utilizando equipamentos de técnicas verticais, o acesso ao abismo é por descida em cordas com 76 metros até chegar ao lago dentro da caverna, onde é permitida a descida de 16 pessoas por dia, 4 delas - se tiverem credencial de mergulho autônomo básico - podem mergulhar até 18 metros de profundidade, sempre acompanhados por experientes dive masters e toda a equipe de monitores de técnicas verticais, que dão um exemplo de operação segura e profissional. Esta equipe tem treinos exigentes de primeiros-socorros, resgate em ambientes confinados e reciclagem em técnicas verticais, além de trocas de experiências com outros destinos de ecoturismo. É uma das únicas cavernas no Brasil que já conta com Plano de Manejo, este elaborado por experiente biólogo que acompanha os trabalhos diariamente no sítio turístico.

As outras cavidades que são interessantes para mergulhadores autônomos (devidamente credenciados) são a Gruta do Mimoso e a Lagoa Misteriosa, esta última ainda sem dados concretos de sua real profundidade (passa dos 200m de profundidade). Ainda assim, é preciso de credenciais de mergulho especializadas para mergulho em cavernas.

Uma entidade sem fins lucrativos que exerce um belo trabalho para a divulgação, estudo e prospecção de cavernas é a Sociedade Brasileira de Espeleologia - SBE, que atua em todo o Brasil e realiza, entre outras ações, atividades para mapear cavidades (já catalogadas e  as recém-descobertas), definição de ações para minimizar impactos nestas áreas, estudos da fauna e dos espeleotemas (formações dentro das cavernas, como estalactites, estalagmites, colunas, cortinas, entre outras), além de cursos e palestras de equipes de espeleologia mundiais, como a Federação Espanhola de Espeleologia, que esteve em novembro e dezembro deste ano no Brasil para palestras em São Paulo, dentre elas a que levou o assunto de Espeleoresgate, ministrada por experientes espeleólogos mundiais.

Pensar que nas cavernas só existe morcego em um ambiente estranho e escuro é subestimar a vida natural nas profundezas de nossas terras. Há muito para se conhecer e ainda por se descobrir.

Sites para consulta:
www.bonito-ms.com.br (COMTUR)
www.abismoanhumas.com.br (Abismo Anhumas)
www.lagoamisteriosa.com.br (Lagoa Misteriosa)
www.iphan.gov.br (IPHAN)
www.ibama.gov.br (IBAMA)
www.sbe.com.br (Sociedade Brasileira de Espeleologia)

COLUNISTA

Leo Persi

leo@portalbonito.com.br

Leonardo Persi, Paulistano, administrador, pós-graduado em ecoturismo, guia de turismo Nacional e América do Sul (bilíngüe) e montanhista. Atualmente está como consultor na ABETA em ecoturismo e turismo de aventura, em Belo Horizonte/MG.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: