BONITO / MS

31�

21�

quarta, 27 de outubro de 2021

quinta, 26 de agosto de 2010

Respire fundo, mergulhe nesta idéia!

Quase todo mundo, pelo menos em algum momento da vida, já sentiu vontade de mergulhar. E quase todo mundo, um dia também já pensou... Como deve ser difícil e perigoso !! Sinto muito, mas quem pensou isto estava errado.

Antigamente o mergulho era mais voltado ao uso militar e profissional como na execução de trabalhos subaquáticos em plataformas pontes, recuperação de artefatos em naufrágios etc. Existia grande possibilidade de falhas no equipamento e o esforço necessário para se locomover era maior pois o equipamento era muito diferente e pesado.


Máscara de mergulho em 1936

Durante a 2ª guerra o mergulho foi muito usado pelas forças armadas e com o final dos conflitos, muitos militares passaram a ensinar mergulho para pessoas que usariam estas técnicas para recreação e lazer. Por tudo isso, no início e por muito tempo o mergulho foi tido como uma atividade essencialmente masculina e de certa forma perigosa.


Mergulho em 1950

Atualmente, com o avanço tecnológico, novas técnicas de ensino, métodos padronizados e formação de profissionais nesta área, o mergulho tornou-se uma atividade acessível à maior parte das pessoas. Crianças, mulheres e pessoas mais idosas hoje podem apreciar as belezas submersas, antes privilégio apenas de homens jovens e com preparo físico de atletas.

<
Curso de mergulho em 1962

Os equipamentos utilizados hoje em dia são fabricados por várias indústrias por todo o mundo, a tecnologia e os materiais empregados, diferem muito dos usados antigamente:

  • Cilindros - Servem para armazenar o ar que será usado durante o mergulho, o ar é colocado sob pressão e chega a 3000 lbs/PSI.
  • Reguladores - Fornecem o ar para o mergulhador numa pressão adequada à respiração.
  • Coletes - Equilibram o mergulhador na profundidade desejada, eles inflam ou desinflam através de um comando utilizando ar do cilindro. Na superfície funciona como uma bóia.
  • Máscaras - Providenciam um espaço aéreo entre o olho e a água. O olho humano não enxerga em contato direto com a água.
  • Roupas - Dão ao mergulhador proteção térmica, muito importante em águas mais frias, também protegem contra arranhões e eventuais queimaduras por seres marinhos.
  • Nadadeiras - Impulsionam o mergulhador de maneira mais eficiente, sem elas seria praticamente impossível nadar com todo o equipamento.

Apesar de o mergulho hoje ser mais fácil e mais acessível que antes, é muito importante para quem tiver interesse em se aventurar pelas profundezas, buscar treinamento adequado, fazendo um Curso de Mergulho Básico em uma das centenas de escolas espalhadas pelo Brasil. A duração média desses cursos é de uma semana com aulas teóricas, práticas em piscina e saídas para mergulho no mar. Respire fundo e embarque nessa teoria da evolução.

 

 

 

COLUNISTA

Ismael Escote

ismael@portalbonito.com.br

Ismael Escote, Instrutor de Mergulho PDIC. Cave Diver - Trimix Diver - Technical Diver. Guia de Turismo e empresário.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: