BONITO / MS

31�

21�

quarta, 20 de outubro de 2021

quinta, 26 de agosto de 2010

A Guavira pode Sumir!

Quem é da região conhece bem, quem vem de fora fica encantado. Assim é a guavira, delicioso fruto nativo do Cerrado e parente das goiabas, pitangas e jabuticabas. Não faltam provas de como esta planta é importante na cultura de Mato Grosso do Sul: devidamente homenageada pela violeira Helena Meirelles em seu CD “Flor da Guavira”, agora aproxima-se o Festival da Guavira, tradicional evento de resgate cultural realizado anualmente em Bonito e que celebra o tão admirado arbusto.

Guaviras

Porém, segundo a Lista da Flora Ameaçada de Extinção com ocorrência no Brasil, da União Mundial para a Conservação da Natureza (IUCN), algumas espécies de guavira podem desaparecer se não forem adotadas medidas urgentes de manejo. É importante ressaltar que o uso desta planta nos moldes tradicionais não pode ser considerado como atividade sustentável. Afinal, os frutos são colhidos em grandes quantidades e não há preocupação em replantar as sementes, além do volume consumido pelo gado e da limpeza de campos (ambiente preferencial da guavira) para implantação de pastagens não-nativas. Conseqüentemente, há risco de que em médio prazo os estoques naturais deste fruto se esgotem, caso não sejam desenvolvidos trabalhos de conscientização e replantio de mudas.

Fica a sugestão de que o tema seja tratado com prioridade no Festival que acontecerá em breve, garantindo que a guavira propicie motivos para futuros eventos e muita inspiração a artistas como nossa falecida violeira.

COLUNISTA

Daniel De Granville

daniel@portalbonito.com.br

Daniel De Granville, Biólogo formado pela USP e pós-graduando em Jornalismo Científico pela Unicamp, reside em Mato Grosso do Sul desde 1994, onde tem se dedicado ao ecoturismo e à fotografia de natureza. Seu site pessoal é www.fotograma.com.br, e o dia-a-dia do seu trabalho pode ser conferido em www.fotogramablog.blogspot.com.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: