BONITO / MS

31�

21�

quarta, 20 de outubro de 2021

quinta, 26 de agosto de 2010

Pantanal: uma das maiores biodiversid.?

Pantanal: uma das maiores biodiversidades do planeta?

É comum vermos, na imprensa ou outros meios de comunicação, pessoas destacando o Pantanal como possuidor de uma das maiores biodiversidades mundiais. A Revista Veja da semana que passou, por exemplo, traz uma matéria onde afirma que a biodiversidade pantaneira só perde para a da Amazônia. Não é verdade.

Assumindo o significado de biodiversidade como “o número de espécies que vivem em um determinado ambiente e as inter-relações entre elas”,  e considerando o Pantanal como um ambiente à parte, no Brasil a região ocuparia o quarto lugar em diversidade biológica, ficando atrás de (na ordem): (1) Floresta Amazônica; (2) Mata Atlântica; (3) Cerrado. Em termos mundiais, vários outros biomas estariam bem à frente do Pantanal no quesito biodiversidade, como as florestas do Sudeste Asiático, Madagascar e algumas localidades da Cordilheira dos Andes, entre outros.

Segundo o ornitólogo Fernando Straube, da Sociedade Fritz Müller de Ciências Naturais, “toda a enorme área abrangida pelo Pantanal tem o mesmo número de espécies de aves que alguns pontos com algumas centenas de hectares na floresta atlântica da Serra do Mar (entre 300 e 400 espécies). Nos Andes, uma área equivalente à do Pantanal poderia ter quase 1.000 espécies, portanto três vezes mais do que a planície do Pantanal”.

Claro que isto não diminui nem um pouco a importância ecológica da região pantaneira, abrigo para diversas espécies praticamente inexistentes em outras regiões, uma das mais importantes rotas migratórias mundiais para determinadas aves, e um dos principais destinos dos ecoturistas que se interessam pela observação de fauna. E aí sim o Pantanal dá “show”, pois as oportunidades de se observar animais (grandes e pequenos) em seu ambiente natural é infinitamente maior do que em qualquer outro bioma brasileiro, e de grande destaque em comparação com outras áreas mundiais. Além disto, o fato do Pantanal ser um ponto de confluência das variadas formações vegetais que o rodeiam cria um ambiente peculiar, um mosaico de animais e plantas não encontrado em nenhum outro lugar.

COLUNISTA

Daniel De Granville

daniel@portalbonito.com.br

Daniel De Granville, Biólogo formado pela USP e pós-graduando em Jornalismo Científico pela Unicamp, reside em Mato Grosso do Sul desde 1994, onde tem se dedicado ao ecoturismo e à fotografia de natureza. Seu site pessoal é www.fotograma.com.br, e o dia-a-dia do seu trabalho pode ser conferido em www.fotogramablog.blogspot.com.

COMENTÁRIOS

Site desenvolvido por: