BONITO / MS

31º

21º

terça, 27 de junho de 2017

ASSOCIAÇÃO AMIGOS DO BRAZIL BONITO

Dados da Organização

Nome da Organização: Associação Amigos do Brazil Bonito
SIGLA: AABB
Número CNPJ: 05.378.430/0001-65
Endereço: rua 24 de fevereiro, nº 1515, Centro, Bonito – MS CEP: 79290-000
Telefone: (67) 255-1968
e-mail: brazilbonito@bonitonline.com.br
site oficial: www.brazilbonito.org.br
Responsável pela organização:
Nome: Jayme Augusto Paniza Sanches
Função: Presidente
Data da fundação da Organização: 16/09/2002

O que deu origem à organização?


Pessoas, empresas e grupos. Responsáveis com o que acontece no nosso planeta e com o legado que será deixado para as gerações futuras. Assim nasceu a Associação Amigos do Brazil Bonito com o compromisso de dar continuidade às ações da empresa Projecto Vivo, pioneira em Educação Ambiental no município de Bonito - MS. Fruto do trabalho de pessoas que se preocupam com a conservação e sustentabilidade dos recursos naturais da região da Serra da Bodoquena.

A partir da reciclagem de papel fez-se arte. E, com ela, as ferramentas para despertar consciências, educar, difundir cultura e incluir socialmente os moradores da região.

As oficinas realizadas num espaço próprio que inclui auditório, biblioteca, videoteca, mini-museu de história natural e lojinha para comercialização dos produtos artesanais, foram o início de novos trabalhos que ampliaram o leque de opções econômicas e culturais para as comunidades que participam dessas atividades.

Do papel reciclado à fabricação de pães. Da utilização de novas matérias-primas – restos de tecidos e outros materiais reaproveitáveis – à criação de um corpo de artesãos mais preparados. Agora, hábeis na confecção de bonecos e tapetes; corte e costura; além da própria fabricação de mais e mais papel reciclado.

Com o tempo, a qualidade de todos os produtos melhorou. Tempo, paciência, aprendizado. Iniciativa como a criação de um núcleo teatral foi agregada. O fazer encontrou novos horizontes para melhorar a renda familiar e criar novas perspectivas de vida para dezenas de pessoas. Com isso, se conseguiu que muitas famílias buscassem uma fonte permanente de auto-estima, e um prazer redescoberto de se sentir útil e ativo. E, mais que isso, participante de um movimento que deixará marcas profundas para os seus filhos e netos por meio de mudança de hábitos e atitudes.

Quais são os objetivos da Organização?

* Ser um espaço de uso público para atender igualmente crianças, adolescentes, demais cidadãos e visitantes;
* Proporcionar o desenvolvimento humano para a melhoria da qualidade de vida;
* Incentivar o respeito aos recursos naturais e a busca da responsabilidade de cada indivíduo e grupo no que se refere à conservação ambiental e à inclusão social;
* Incrementar ações complementares às desenvolvidas nas escolas;
* Difundir a Educação Ambiental com base na Política Nacional de Educação Ambiental e no Programa Nacional de Educação Ambiental;
* Estimular a leitura e a recreação;
* Incentivar a melhoria da renda familiar através das oficinas já existentes e outras;
* Promover seminários, cursos e capacitações de interesse comunitário;
* Viabilizar o intercâmbio entre escolas com estudos do meio e visitas técnicas em outras comunidades.

Áreas de atuação da Organização:

* Educação Ambiental
* Arte / Cultura (artesanato, teatro).
* Organização / participação popular
* Desenvolvimento Local / Regional
* Meio Ambiente
* Reaproveitamento e reciclagem de papel

Público–alvo da organização:

* Crianças
* Adolescentes
* Professores
* Guias de turismo e monitores ambientais

PRINCIPAIS AÇÕES DESENVOLVIDAS:

PROJETO RECICLAGEM – NOSSO CARRO -CHEFE

Data do Início do Projeto: 1999

Síntese do Projeto: Professores e Alunos do 2º ano do ciclo dois, ou seja, das 4º séries do ensino fundamental, das escolas públicas estaduais e municipais e ainda das particulares e de educação especial vivenciam através de atividades extraclasse, experiências de estudos do meio que os proporciona uma reflexão sobre consumo e destinação adequada dos resíduos sólidos (lixo) que produzimos.

O que deu origem ao projeto?

Este projeto teve início há seis anos em decorrência da necessidade de sensibilização dos turistas que freqüentavam o Projecto Vivo, um sítio turístico em Bonito-MS localizado na fazenda da Barra. Este trabalho de sensibilização era feito através da confecção de papel artesanal reciclado e da própria filosofia conservacionista do empreendimento, o que despertou a curiosidade e a atenção das escolas locais, que começaram cada vez mais solicitar visitas de suas turmas na propriedade rural, o que levou a necessidade de uma ordenação para que estas visitas pudessem ter um melhor aproveitamento. Visitas para estudos do meio foram realizadas o que levou a necessidade de incorporação de todas as escolas municipais – rurais e urbanas, estaduais e particulares, incluindo a única escola especializada de Bonito, ficando definido como público flecha o 2° ano do ciclo dois, ou seja, as 4° séries do ensino fundamental. Em 2002, foi fundada a Associação Amigos do Brazil Bonito com o compromisso de coordenar o projeto em questão, fomentar outras iniciativas que abordam de forma articulada questões ambientais locais, regionais, nacionais e globais e principalmente, promover ações e práticas educativas voltadas à sensibilização da coletividade sobre os assuntos ambientais e à sua organização e participação na defesa da qualidade do meio ambiente.

Qual o objetivo do projeto?

Sensibilizar o público “flecha” quanto à importância da Lei dos Três Rs - reduzir, reutilizar e reciclar, de maneira a promover mudanças de hábitos e atitudes referentes à coleta, acondicionamento e destino dos resíduos sólidos que produzimos e despertar a responsabilidade de crianças e educadores para a questão do uso sustentável dos recursos naturais não renováveis, bem como para a conservação dos diferentes ambientes respeitando a diversidade biológica e a diversidade individual.

Descrição da metodologia do projeto destacando os princípios, os procedimentos e as estratégias adotados.

Estabeleceu-se como público alvo os alunos das 4° séries do ensino fundamental, As atividades são realizadas com uma turma de aproximadamente 40 alunos por semana.

A primeira fase consiste em oferecer uma oficina de trabalho prática e teórica para os professores, guias de turismo e monitores, com o objetivo de capacitar os participantes do projeto para as atividades, bem como para a sua continuidade na sala de aula.

Na segunda fase, já com os alunos, é realizada uma oficina de papel artesanalmente reciclado onde assistem a uma palestra que utiliza artes cênicas para falar sobre o tema “A lei dos 3Rs” na Associação Brazil Bonito, tendo como conteúdo a demonstração da importância e necessidade da conservação dos recursos naturais e a relação dos seres humanos com o “lixo”. Neste momento é exibido um vídeo educativo sobre o assunto.

Durante a terceira fase, acontece a visita de campo à Fazenda da Barra, onde se localiza o Projecto Vivo Ecoturismo. As atividades de EA são desenvolvidas desde a saída da escola. Os participantes entram em contato com o estudo do meio através de um roteiro especialmente elaborado que fomenta a interação social, a sensibilização para a conservação da natureza e desperta a responsabilidade sobre a produção e destino dos nossos resíduos sólidos.

Este roteiro promove a percepção do meio no depósito de lixo municipal (“Lixão”) e no destino final do lixo que não é lixo na Unidade de Processamento de Lixo (UPL), onde os catadores de recicláveis separam e prensam seus materiais, finalizando a experiência na Reserva Particular do Patrimônio Natural (RPPN) da Fazenda da Barra.

Lixo que não é lixo é material 100% utilizável e reaproveitável é o que as crianças e seus professores são sensibilizados durante o projeto. No passeio de bote que é realizado durante o estudo na fazenda da Barra, se desperta para valorização da conservação da natureza e amor ao aos ambientes que a todos cerca: as águas límpidas do Rio Formoso quando se encontra com as águas barrentas do rio Miranda, a mata ciliar ribeirinha da RPPN da Barra, flores, bichos, cheiros e verde das Reservas Florestais da Fazenda da Barra.

Hoje, mais de 4000 alunos e 120 educadores já passaram pelas oficinas de papel reciclado e atividades de educação ambiental. Estão prontos para multiplicar e transmitir seus conhecimentos, mantendo Bonito e a região da Serra da Bodoquena o paraíso ecológico reconhecido em todo o mundo. E conservando-o como um dos mais importantes destinos do ecoturismo do Brasil.

PROJETO ENCANTO DAS ÁGUAS

Como proposta de continuidade do projeto Reciclagem, o qual enfoca a questão dos resíduos sólidos e envolve alunos(as) e professores(as) das 4ª séries do Ensino Fundamental; surgiu a necessidade de implementar o Encanto das Águas fazendo parte de um programa de EA integrado e multidisciplinar. O público “flecha” envolvido neste projeto, que focaliza a questão dos recursos hídricos, seja a comunidade escolar das 5ª séries do Ensino Fundamental.

A metodologia é compreendida por quatro fases, sendo a primeira de capacitação dos educadores e monitores através de atividades práticas, teóricas e oferecimento de material de apoio. Posteriormente contato com os alunos na própria escola através de palestras e exibição de vídeos oportunizando a introdução ao tema central e divulgação dos trabalhos posteriores.

Em seguida iniciam-se os estudos do meio com as turmas e seus professores capacitados juntamente com a Polícia Militar Ambiental. O roteiro definido considerou o reconhecimento dos principais córregos urbanos destacando suas nascentes e foz, a ETE – Estação de Tratamento de Esgoto, o Viveiro e o Balneário Municipal. A última fase proposta refere-se à continuidade das ações e avaliação dos resultados, onde os participantes terão a oportunidade de confeccionar uma maquete considerando a micro bacia da região e as pressões existentes registradas durante os estudos do meio, sendo que as mesmas serão expostas no Dia Mundial da Água, 22 de março.

Este projeto iniciou no 2º semestre de 2004, onde um projeto “piloto” foi implantado com as turmas das escolas municipais, e durante 2005, todas as escolas públicas e particulares serão contempladas com mais esta iniciativa.

PROJETO DO NÚCLEO DE CRIAÇÃO TEATRAL

O Projeto do Núcleo de Criação Teatral, dirigido pela atriz e diretora Andréia Freire, foi criado em setembro de 2002 e beneficiado pelo Fundo de Investimentos Culturais de Mato Grosso do Sul. O Núcleo é formado por 20 integrantes, com idades variando entre 12 e 55 anos e de diferentes áreas (profissionais liberais, donas de casa, guias de turismo, universitários, artesãos, professores e alunos) da comunidade de Bonito. O grupo denominado TRUPE TEATRAL DO BRAZIL BONITO encenou peças montadas em cima de um caminhão, tendo por finalidade a divulgação e apresentações em diversas cidades do Mato Grosso do Sul, em locais como feiras livres, escolas e praças públicas. A Trupe Teatral busca aliar arte e educação ambiental relacionando-as intrinsecamente, como pudemos observar durante a programação da Semana do Meio Ambiente de Bonito – 2005, onde foi apresentado seu mais novo espetáculo “Lixo Nunca Mais, Reciclar é que é demais”. A peça adaptada do livro “Interpretando a Natureza” de Simone Mamede aborda a questão da Lei dos 3 Rs – reduzir, reutilizar e reciclar o lixo - de uma forma divertida, envolvendo personagens interessantes com figurinos confeccionados pelos próprios integrantes a partir do reaproveitamento de materiais recicláveis.

PROJETO SALA VERDE

O Projeto Sala Verde atende a muitas das expectativas das ações de Educação e Conservação Ambiental em Bonito/MS. Além de viabilizar a consulta efetiva a material didático atualizado, instiga e retoma o sonho da implantação de um Centro de Educação Ambiental no município. Um Centro que funciona como articulador de uma ampla rede de antigos parceiros em diversas ações ambientais: estabelecimentos de ensino, poder público, iniciativa privada e terceiro setor.

Participar desse processo seletivo é mobilizar esforços que conduzirão Bonito/MS a um caminho mais próspero e sustentável. Nesse envolvimento quase inevitável com a natureza cria-se um modus vivendi que preza, acima de tudo, o respeito à vida.
O Projeto Sala Verde foi selecionado pela Diretoria de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente para ser implantado na sede da Associação Amigos do Brazil Bonito.

Trata-se de um espaço interativo de informação sócio-ambiental, que se encontra em fase de implantação. Em breve, será aberto ao público com biblioteca, videoteca, brinquedoteca, mini-museu de história natural e pesquisa virtual. Somente dois municípios do MS foram selecionados neste primeiro edital: Aquidauana e Bonito

NO NOSSO SITE LANÇADO RECENTEMENTE HÁ OPÇÕES DE COMO PODER CONTRIBUIR, TAIS COMO:

* doações mensais, semestrais e anuais (pessoa física e jurídica);
* ponto de entrega voluntária de recicláveis – principalmente latas de alumínio, caixas de leite, folhas sulfite com verso branco, caixas de leite Tetra Pack, filtro de papel para café;
* sendo um monitor voluntário dos projetos;
* contribuindo com a produção de produtos para a lojinha;
* comprando produtos da nossa lojinha que possui produtos confeccionados por meio da arte do lixo.


Site desenvolvido por: